sexta-feira, 18 de julho de 2014

ATENÇÃO:

As aulas retornarão normalmente na SEGUNDA-FEIRA, dia 21/07/2014.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

MOSTRA CULTURAL - JUNHO 2014

FOI APRESENTADO À COMUNIDADE DA EMEB PROF. OTÍLIO DE OLIVEIRA UMA MOSTRA DO QUE FOI DESENVOLVIDO COM OS ALUNOS ATÉ O MOMENTO, NO PROJETO "MÚSICAS, RITMOS E SONS DO MUNDO..."

quinta-feira, 29 de maio de 2014

OTÍLIO NA MÍDIA...


Finalização do projeto PROERD


sexta-feira, 23 de maio de 2014

Aulas de Música

http://www.abcdoabc.com.br/sao-bernardo/noticia/violino-entra-vida-100-alunos-emeb-sao-bernardo-19803
 
Data: 22/05/2014 16:01 / Autor: Cosmo Silva / Fonte: PMSBC

Violino entra na vida de 100 alunos de Emeb de São Bernardo

Estudantes de unidade localizada no Rudge Ramos iniciaram curso para aprender a tocar o instrumento; violinos foram doados pela Fundação Bachiana

A Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Professor Otílio de Oliveira, localizada no Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo, começou a colher os frutos por ter vencido o programa Reciclar é Show, iniciativa que envolveu mais de 100 escolas de todo o Brasil e foi patrocinada por empresa da área de alimentação: 100 alunos da unidade, sendo 48 meninos e 52 meninas, começaram a aprender violino. Os instrumentos foram doados pela Fundação Bachiana, e as aulas acontecem duas vezes por semana, na própria Emeb.

A aula inicial foi realizada no fim de abril, com o maestro João Carlos Martins, que apresentou o instrumento aos alunos. Além dos violinos, a unidade escolar recebeu prêmio de R$ 15 mil, dinheiro que foi revertido em projetos destinados a despertar a musicalidade nos 420 alunos do Ensino Fundamental matriculados na escola, com idades entre 7 e 11 anos.

"Temos 100 alunos fazendo aulas de violino com instrumentos de qualidade. Mas como nossa proposta é envolver todos os estudantes, desenvolvemos um projeto didático pedagógico a fim de estimular o aprendizado dos sons de povos dos quais descendemos, como indígenas, africanos, europeus e asiáticos", explica a diretora da Emeb, Tatiana Macedo Dias.

Nas oficinas do Reciclar é Show, alunos da Otílio de Oliveira desenvolveram, durante cinco meses, vários instrumentos musicais a partir de materiais recicláveis. As crianças, orientadas por uma professora do 2º ano do Ciclo II e por um monitor musical, confeccionaram instrumentos a partir de baldes, panelas, garrafas de plástico, tampinhas de garrafa e tubos de PVC. O resultado: tamborins, pandeiros, tambores, flautas, chocalhos e instrumentos novos, batizados de tamborafa (mistura de tambor com garrafa) e bexigofone (montado com bexiga e pedaço de tubo de PVC).

O violinista Fellipe Moreira Santarelli, professor dos alunos e integrante da Orquestra Bachiana, destaca que a experiência de dar aulas a estudantes de uma escola pública, além de gratificante, é um aprendizado.

"A organização da escola me chamou muito a atenção. Os alunos não chegaram totalmente crus, pois a vivência com música já era uma realidade para eles. Claro que o violino não é um instrumento de fácil acesso, mas eles aprendem muito rápido e isso é prazeroso", aponta Santarelli, lembrando que o objetivo é realizar apresentação com todos os envolvidos no fim do ano letivo.

Segundo ele, a interação e o empenho das crianças têm sido a tônica desde que iniciou as aulas, e segue os preceitos de ensinamentos da Fundação Bachiana, que é promover, através da música, a democratização cultural, educação musical, inclusão cultural e social, conscientização ambiental, direcionados a todos os segmentos da sociedade, através da música clássica de alta qualidade técnica e artística.

Para Tainá Santos, 9 anos e aluna do 4º ano do Ensino Fundamental, no começo tudo parecia difícil e complicado, mas depois das aulas a ansiedade deu lugar à diversão. "Achava o som estranho e pensava que nunca ia conseguir. Mas agora percebo que o som do violino é bem diferente e bonito", comenta a estudante, que ensaia as primeiras notas musicais sem nenhuma dificuldade.

RECICLAR É SHOW - As oficinas do programa Reciclar é Show tiveram início nas escolas da cidade em abril de 2013. Em São Bernardo, participaram as Emebs Kazue Fuzinaka (Rudge Ramos), Cassiano Faria (Vila Gonçalves), Ítalo Damiani (Taquacetuba), Neusa Macellaro Callado Moraes (Vila Euro), Mário Martins de Almeida (Jardim São Paulo), Júlio de Grammont (Planalto), Karolina Zofia Lewandowska (Jardim Esmeralda), Otílio de Oliveira (Rudge Ramos), Flamínio Araujo de Castro Rangel (Vila Marchi) e André Ferreira (Ferrazópolis).
Além de produzir os instrumentos musicais a partir de materiais recicláveis e aprender a manuseá-los, as crianças que participam do projeto receberam noções básicas de regência, arranjo e leitura musical.
100 alunos da unidade, sendo 48 meninos e 52 meninas, começaram a aprender violino
100 alunos da unidade, sendo 48 meninos e 52 meninas, começaram a aprender violino Crédito: PMSBC